The Sinner (2017) – 1ª Temporada

A série é baseada no livro de Petra Hammesfahr, que conta a história de uma mulher que, em um dia de sol com seu filho e marido, tem um surto e mata um desconhecido, que estava com sua namorada ouvindo uma música (Big Black Delta – Huggin & Kissin) enquanto a beijava. Com golpes de faca de forma repetitiva e brutal, o jovem Frankie (Eric Todd) é assassinado na frente de várias famílias que também estavam na beira daquele lago. Porque Cora (Jessica Biel) atacou aquele desconhecido daquela forma? Porque aquela música a incomodou tanto levando a cometer o crime? A ideia de que alguém pode matar outra pessoa sem nenhum motivo é a trama central de The Sinner.

Não posso deixar de enfatizar que Jessica Biel no papel da jovem mãe problemática com um passado sombrio foi quase sem falhas. É visível que a atriz realmente se envolveu com a produção e foi consumida pela personagem. Foi capaz de transmitir sentimentos e emoções de forma complexa e realista. Aliás, todo o elenco merece destaque. Bill Pullman, que interpreta o investigador Harry Ambrose, está sensacional. Ao mesmo tempo em que tenta descobrir o que levou Cora a cometer o crime – não posso falar o motivo real do interesse de Harry nisso, pois, na minha opinião é o que leva The Sinner a uma segunda temporada – ele tenta salvar o casamento e fugir de seus estranhos desejos sexuais masoquistas. Ótima atuação, por sinal, da atriz Meredith Holzman no papel de Sharon, a parceira sexual do investigador.

O relacionamento entre as irmãs Cora e Phoebe (Nadia Alexander) tem um tom bem temperamental e sinistro. Realmente choca. Quando adultas, as irmãs protagonizam uma cena com a imagem de Cristo que realmente me deixou um pouco incomodado. Mas, esse era o objetivo. Tudo isso faz parte das memórias de Cora que vão te ajudar (ou pelo menos tentar) a montar um quebra-cabeças de 100 mil peças. Você acaba entrando pouco a pouco na trama e percebendo que nem todos os seus tiros acertam o alvo.

“Todos sabem que ela fez isso. Mas, ninguém sabe o motivo”. A série conseguiu manter isso até o sétimo episódio. No último, definitivamente vieram todas as respostas. As pistas que nos jogaram ao longo do caminho pelo comportamento inexplicável de Cora (se ela foi sexualmente molestada pelo pai ou a educação religiosa rigorosa e cruel de sua mãe) podem ou não ser um castelo de areia destruído por uma onda na beira do mar. Algumas declarações de Cora também podem se tornar mentiras ou, mesmo quando ela tenta lembrar o que realmente aconteceu, suas memórias acabam sendo pouco confiáveis com uma mistura de sonhos e acontecimentos reais.

Realmente somos colocados em uma atmosfera tensa e claustrofóbica que transforma a série em um thriller fechado e emocionante. Mergulhamos nos cantos mais obscuros da mente humana, como por exemplo, o pecado de Cora para o prazer da irmã, uma menina cheia de impulsos sexuais, que arrasta desejos sujos se impondo como centro das atenções levando o espectador a situações realmente desconfortáveis.

The Sinner é um thriller misterioso que me fez entrar na trama de forma comprometida até o último episódio. Dividida em oito partes, a trama conseguiu ficar um passo à frente a todo momento e terminou de forma surpreendente.

The Sinner (2017) | Primeira Temporada. Dirigido por Antonio Campos, Tucker Gates, Brad Anderson, Cherien Dabis e Jody Lee Lipes. Criador: Derek Simonds. No elenco: Jessica Biel, Bill Pullman, Christopher Abbott, Jacob Pitts, Meredith Holzman, Nadia Alexander e Eric Todd. EUA. Duração por episódio: 60 minutos. Disponível na NETFLIX.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.