Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas (2018)

Por Nagib Salha.

Os famosos Jovens Titãs retornaram para provar que merecem um filme sobre eles. Nesta animação muito divertida da Warner e DC, os jovens heróis buscam o reconhecimento através de uma grande aventura para provar que não são apenas meros ajudantes.

Podemos dizer que Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas é um Deadpool infantil. Porém, os adultos que gostam de sátiras com grandes heróis, também vão adorar a animação. Para quem não esqueceu o humor irônico do Cavaleiro das Trevas em Lego Batman: O Filme (2017), que fez uma sátira com seus próprios filmes e alguns dos seus grandes vilões (além da piada com o Homem de Ferro), prepare-se! Neste filme, as piadas (alfinetadas) são muito melhores.

Nos segundos iniciais, após vinheta dramática da DC Filmes (só que no formato da animação), temos logo em seguida uma quase vinheta da Marvel Studios, porém, com cenas dos Jovens Titãs em quadrinhos, entregando de forma clara ao fã de super-heróis o que esperar a partir dali.

Começamos a aventura com um balão gigante atacando a cidade. Tudo começa a dar errado quando o monstro inflável confunde os jovens heróis com a Liga da Justiça e após a primeira tentativa de provar o contrário, eles são confundidos agora com os Guardiões da Galáxia. Depois da batalha (supostamente vencida por eles), chega o momento da pré-estreia de mais um filme do Batman (Jimmy Kimmel). Robin (Scott Menville) não está no filme e fica mais decepcionado ainda ao saber que Alfred e o Batmóvel terão filmes solos e ele não.

Ravena (Tara Strong), Estelar (Hynden Walch), Ciborgue (Khary Payton) e Mutano (Greg Cipes) se unem para ajudar seu líder a conseguir um filme em Hollywood. Para isso, eles invadem os estúdios da Warner Bros (com direito a participação de Stan Lee). A diretora de cinema Jade Wilson (Kristen Bell) deixa claro que para conseguir um papel no cinema como grande herói, Robin deve ter um arqui-inimigo. É neste momento que entra o terrível vilão Slade (Will Arnett), confundido a todo momento com o Deadpool. Ele é o vilão perfeito para os Jovens Titãs, com sua habilidade de usar a manipulação da mente em efeitos de ilusão bastante conhecidos por nós, o público, porém desconhecidos pelos Titãs.

O objetivo de Slade (ou Exterminador) é dominar o mundo. Como ele vai fazer isso, faz parte da grande reviravolta do filme. Os Jovens Titãs fazem piadas durante quase toda a aventura e as canções foram encaixadas de forma certeira. Cada uma melhor que a outra e tão viciante quanto Tudo é Incrível tema da animação Uma Aventura Lego (2014). Foi muito interessante também, assistir aos heróis tentando mudar a história voltando no tempo para tirar de cena os atuais ícones da Liga da Justiça (com referências a De Volta Para o Futuro).

Há também uma ótima (e hilária) homenagem ao clássico O Rei Leão (1994) com os heróis nas situações mais absurdas, como o Flash comendo capim e a tropa de Lanternas Verdes saltando como gazelas.

Um ponto alto que merece ser destacado foi o cuidado da produção em respeitar o público menor de idade com mensagens sobre amizade e honestidade. A recompensa virá se você fizer do jeito certo. Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas é simplesmente divertido. Completamente fiel a série de TV, com as ótimas piadas sobre esse incrível universo de heróis, entretanto, riquíssimo em novidades.

Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas (2018) – Título original: Teen Titans Go! To the Movies. Dirigido por Aaron Horvath e Peter Rida Michail. No elenco de dublagem: Scott Menville, Tara Strong, Khary Payton, Greg Cipes, Hynden Walch, Will Arnett, Kristen Bell, Michael Bolton, Nicolas Cage, Halsey e Stan Lee. EUA. Duração de 84 minutos.

Compartilhe: